Artigos



Infertilidade Feminina



 A infertilidade é definida como a ausência de gravidez após 12 meses (um ano) de relações sexuais regulares, sem uso de método anticoncepcional. É importante destacar que a infertilidade não está ligada diretamente com a  impossibilidade, mas sim com a dificuldade para engravidar, que pode ser causada por diversos fatores.

As principais causas de infertilidade feminina são: disfunções na ovulação, ligado muitas vezes por disturbios hormonais; Síndrome dos ovários policísticos; alterações nas tubas e no útero, e a idade (após os 37 anos). Outra causa importante de infertilidade é a Endometriose (caracterizada pela presença do endométrio, tecido que reveste o interior do útero, fora da cavidade uterina), doença cada vez mais frequente entre as mulheres. 

Existem alguns fatores que podem aumentar os riscos de infertilidade e que devem ser evitados, como o fato de engravidar mais tarde, a obesidade ou o baixo peso, a exposição à doenças sexualmente transmissíveis e o tabagismo (interferindo na gametogênese ou na fertilização). 

 Atualmente, existem diversos tratamentos para infertilidade. Podem ser divididos em procedimentos cirúrgicos ou tratamentos de reprodução humana (relação sexual programada, inseminação intra-uterina e FIV (Fertilização In Vitro)). 

Para detectar qual é a causa da infertilidade, o casal deve, primeiramente, procurar o médico ginecologista e relatar os problemas apresentados. Após o diagnóstico de infertilidade feminina, serão solicitados exames complementares para identificar suas causas e possíveis tratamentos.

 

 *A Clinimater é pioneira no tratamento da infertilidade, sendo responsável por trazer à região o primeiro bebê de proveta. A clinica possui uma unidade especialmente desenvolvida para atender casais com dificuldade em engravidar.*