Artigos



Cirurgias Minimamente Invasivas




 
O conceito de Cirurgia Minimamente Invasiva envolve a realização de procedimentos por via endoscópica. No caso da ginecologia, também os procedimentos por via vaginal, como alternativas às cirurgias abdominais clássicas para o tratamento de diversos problemas, proporcionando menor tempo de internação e recuperação pós-operatória mais rápida e confortável, por um custo menor.
 

As técnicas minimamente invasivas são utilizadas atualmente em grande parte das cirurgias abdominais, torácicas, urológicas, ortopedicas, etc. Rapidamente, estas cirurgias evoluiram em ginecologia e hoje podem ser realizadas em grandes cirurgias com pequenas incisões. Os principais tipos de cirurgias em ginecologia são a Video Laparoscopia e Video Histeroscopia. Além dessas, outros tipos de cirurgias também são empregadas, como por exemplo, as cirurgias de Incontinência Urinária. 

Todas estas técnicas são alternativas, significando, portanto, que cada paciente apresenta características específicas, assim com contraindicações, que devem ser observadas com atenção para a indicação da melhor via de tratamento. A avaliação individual de cada caso é indispensável, e deve ser realizada cuidadosamente, a fim de que as pacientes possam ser beneficiadas pela evolução destas técnicas.